Antahkarana

19/10/2012 19:52

 

O Antahkarana é um símbolo antiqüíssimo de Cura e Meditação que tem sido usado no Tibet e na China durante milhares de anos. Este símbolo tem um poder energético muito grande; já que simplesmente por estar em sua presença cria um efeito positivo sobre os chacras e a aura, realizando cura, concentra e aprofunda todas as energias de cura aplicadas em sua presença.

O antahkarana é parte da anatomia espiritual, é a conexão entre o cérebro físico e o Eu Superior, esta conexão é a que deve curar e desenvolver para crescer espiritualmente. Este símbolo ativa esta conexão cada vez que nos encontramos diante de sua presença.

Em meditação este poderoso símbolo, cria automaticamente os que os taoístas chamam: ” A grande órbita microcósmica”, onde as energias físicas que normalmente entram pelo chacra coronário, diante da presença deste símbolo entram pelos pés e sobem pela parte posterior do corpo até a parte superior da cabeça, descendo pela frente novamente até os pés, realizando um círculo lumínico cimentando desta maneira a pessoa à terra e criando um contínuo fluxo de energia através dos chacras.

Entre as propriedades deste símbolo, neutraliza a energia negativa que se tenha acumulado em objetos tais como cristais, jóias,ou qualquer objeto, simplesmente colocando o objeto entre dois símbolos.

O Antahkarana é um símbolo multidimensional, Está constituido por três sete desenhados sobre uma superfície plana, desde uma perspectiva parece bidimensional. Os três sete representam os sete chacras, as sete cores, e os sete tons da escala musical. Desde outra perspectiva aparece como um cubo tridimensional .

A meditação com este símbolo olhando constantemente o centro do mesmo produz uma mudança energética positiva.

A meditação tibetana com este símbolo era realizada em uma habitação iluminada com velas. No meio havia uma vasilha de barro em forma oval simbolizando o ovo cósmico do universo, esta vasilha se enchia com água, em frente a ela havia um pequeno banco e sobre o assento estava desenhado o símbolo antahkarana em prata, onde se sentava a pessoa que ia meditar. Havia também uma parede coberta com cobre, polido como um espelho. Na parede oposta a esta haviam cartazes que mostravam símbolos. O lama tibetano se sentava no banco e olhava fixamente a imagem do símbolo que refletia no espelho de cobre. Esta meditação é uma meditação yantra que cria agudez na mente, fazendo uma ponte energética entre a consciência e as energias transcendentais do símbolo; enquanto que o outro símbolo antahkarana no banco enfoca as energias geradas fazendo fluir as energias equilibradas por todos os chacras para a terra.

Este maravilhoso símbolo é muito especial e tem sua própria consciência. Trabalha diretamente sobre a aura e os chacras e regulariza variando os efeitos de cura de acordo com as necessidades da pessoa que o usa, ao estar dirigido pelo Eu Superior tem um efeito benéfico. Jamais se deve utilizar para o mal. Este símbolo tem muitos usos: pode ser colocado em baixo do colchão da cama que a pessoa dorme, em baixo  de uma mesa de massagem, colado na parede para harmonizar o lugar, colocar o desenho sobre um local que tenha uma doença, no corpo ou no ambiente, etc…

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!