*Vesícula

A vesícula exerce a função reguladora do fluxo de secreção biliar que o fígado produz, para as necessidades digestivas do intestino.

Quando a pessoa está em jejum, o anel muscular da vesícula se mantém fechado, representando a água da bílis sob  forma concentrada. A vesícula age submissa ao fígado, auxiliando-o nas funções digestivas. Trabalha em harmonia esperando, pacientemente, receber a bílis que está sendo fabricada. Conhece seu limite de absorção, de apenas 3 cm³ ou seja, duas colheres de sopa.

Na presença de alimentos muito gordurosos, há precipitação nas modificações químicas causando condensação dos sais em minúsculos grãozinhos de estrutura e consistência mineral -   que originam pedras ou cálculos biliares -   que são depositados na vesícula em forma de aparentes partículas de areia.

Observando detidamente o seu funcionamento sabe-se que para somatizar problemas na vesícula, basta contrariar psicologicamente as suas funções.

Exemplo: o indivíduo que perde a harmonia com alguém que exerça autoridade sobre ele e sente raiva por estar tão sobrecarregado e sem reconhecimento; ou aquele que vive sofrendo intensas e dolorosas emoções, irritações constantes, diminuição do prazer em trabalhar e carrega amarguras no coração. Essas emoções alterarão, enfim, as frustrações da vesícula – que simboliza o trabalho harmoniosos e repleto de satisfação.

Também sofrem deste problema as mulheres que se sentem submissas e sobrecarregadas, que entram em atrito com seu cônjuge ou com seus superiores, causando desequilíbrio das funções naturais da vesícula e os homens que se sentem pressionados por pessoas que têm autoridade sobre eles:  sentem que são contrariados constantemente e perdem a coragem de continuar a criar, em suas mentes, um futuro que não seja sombrio.

Desarme-se! Pare de gerar atritos!

Todo trabalho, seja em casa ou fora dela, sempre nos acrescenta algo de novo.

Ser feliz é uma questão de escolha:   liberte-se, ou continuará sobrecarregado porque se nega a enxergar a saída.

A sobrecarga é sinal de falta de confiança no amanhã e, principalmente, da desvalorização dos pontos positivos de outras pessoas que convivem com você. Seja uma pessoa de postura segura e mantenha o olhar tranqüilo. Seja decidido e sereno em seus movimentos, procurando ser carinhoso com você mesmo. Dê presente a si mesmo, saia a passear consigo, namore-se um pouco e você conhecerá o seu outro lado, carente, no qual jamais reparou. Ame-se e respeite-se. Deus não o criou para se autodestruir e sim para conhecer todo o seu potencial e desenvolvê-lo.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!